Mitos e verdades sobre elevadores

Existem muitos mitos sobre elevadores, que muita gente acredita ser verdade. Você sabe quais são verdadeiros e quais não são? Veja alguns abaixo:


1. DESLIGAR UM DOS ELEVADORES À NOITE GERA ECONOMIA?

Apenas mito, pois quando um dos elevadores de um prédio é desligado, o outro deve exercer a função em dobro, portanto, não há nenhuma economia com esse método. Vale ressaltar também que fazer isso sobrecarrega demais o elevador e diminui a sua vida útil.

2. HÁ RISCOS DE FICAR SEM AR DENTRO DO ELEVADOR?

Panes no sistema do elevador acontecem, porém não se vê todos os dias. Por mais que a cabina pare de funcionar em algum momento, ainda existem as entradas de ar que permitem a ventilação em qualquer momento dentro dos elevadores e não deixam que os passageiros fiquem asfixiados. Na verdade, o que pode deixar alguém sem ar em casos como esse, é alguma crise, portanto, manter a calma é a melhor forma de sair de tal situação.



3. SENSORES DE LUZ AJUDAM A ECONOMIZAR ENERGIA?

Verdadeiro! As luzes com sensores de presença em elevadores possibilitam uma queda nos gastos de energia, pois a iluminação é acionada apenas quando alguém entra na cabina.

4. O PASSAGEIRO PODE FICAR PRESO ENTRE AS PORTAS DO ELEVADOR?

Qualquer elevador tem um sistema de segurança para garantir que esses acidentes não ocorram: quando algo ou alguém toca a porta da cabine um mecanismo é acionado para que a mesma não se abra, então não há riscos de ficar preso. Mas, de qualquer forma, todo cuidado é pouco!

5. POSSO ACIONAR OS BOTÕES DE SUBIDA E DESCIDA AO MESMO TEMPO?

Pode, mas não é recomendado. Esse ato apenas faz com que o sistema do elevador entenda que há dois passageiros, cujo um quer subir e o outro quer descer os andares. Isso acarreta em uma viagem de maior duração e ainda pode atrapalhar alguém, já que o elevador fará paradas desnecessárias.

6. PODE FALTAR LUZ NA CABINA SE ACABAR A ENERGIA DO LOCAL?

Mito! Os elevadores possuem uma luz de emergência que é acionada em casos de queda de energia. As baterias que ficam em cima do elevador garantem a iluminação por um tempo.

7. MANTER AS MANUTENÇÕES DO ELEVADOR EM DIA ECONOMIZA GASTOS DE ENERGIA ELÉTRICA?

As manutenções de elevadores fazem com que os gastos sejam reduzidos, porque se o elevador está com o perfeito funcionamento, não sobrecarrega o uso de eletricidade e trabalha muito melhor do que um com problemas.

8. TEM COMO AS PORTAS SE ABRIREM QUANDO O ELEVADOR AINDA NÃO ESTÁ NO ANDAR?

Não há possibilidade, pois as portas são automáticas e têm um sensor que as abre somente quando a cabina está no andar solicitado.

9. TODAS AS EMPRESAS ESTÃO APTAS PARA FAZER AS MANUTENÇÕES DE ELEVADORES?

A resposta para essa pergunta é não. As empresas que fazem manutenção devem estar com o regulamento em dia e possuir a permissão dada pela prefeitura e pelo CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).

10. A SUPERLOTAÇÃO É PERMITIDA?

O excesso de peso na cabina é totalmente perigoso e desgasta o elevador, podendo causar acidentes graves.

11. APERTAR REPETIDAMENTE O BOTÃO DE CHAMADA DO ELEVADOR O FAZ CHEGAR MAIS RÁPIDO?

Mito! O elevador vai considerar apenas o primeiro chamado, ou seja, os chamados adicionais serão ignorados pelo sistema. O ato de apertar muitas vezes o botão pode prejudicar o seu funcionamento e conservação.



12. PODE FALTAR AR NO ELEVADOR QUANDO ACABA A ENERGIA DO LOCAL?

É comum vermos filmes retratando um elevador sem entrada de ventilação quando um prédio fica sem energia, porém é apenas na ficção. Todas as cabinas devem possuir entrada de ar conforme as normas da ABNT.

13. O ELEVADOR DESPENCA?

O elevador tem diversos itens de segurança que não permitem que a cabina despenque em queda livre, portanto, é mito. E uma curiosidade: é mais fácil o elevador subir que despencar para baixo, porque o contrapeso sempre será mais pesado que a cabina vazia ou com poucos passageiros.

14. ELEVADORES EM CONDOMÍNIOS SÃO OS PRINCIPAIS CULPADOS PELO GASTO DE ENERGIA?

Os elevadores atuais são modernos e não gastam tanta energia como os antigos, porém é uma resposta muito relativa, já que depende muito se o elevador está ou não com as suas manutenções em dia.

15. A CABINA PODE SE MOVIMENTAR ANTES DA SAÍDA DE UM PASSAGEIRO?

O sensor das portas não permite que as mesmas se fechem, e nem que o elevador se movimente enquanto estão abertas, portanto, é mais um mito.

16. POSSO SAIR COM A AJUDA DO ZELADOR OU DO PORTEIRO SE O ELEVADOR PARAR?

Não! O resgate de passageiros deve ser feito apenas por técnicos habilitados ou pelo Corpo de Bombeiros, de acordo com a NBR 16083/2012, ou seja, qualquer pessoa que não seja qualificada para resgatar passageiros de um elevador não tem autorização para tal ato. Portanto, deve-se manter a calma e aguardar.

17. POSSO UTILIZAR O ELEVADOR EM CASOS DE INCÊNDIO?

Não. Utilizar o elevador quando o local está sendo incendiado pode ser mais rápido para chegar à saída, mas também é a opção mais perigosa, já que a fumaça pode invadir a cabina e o excesso de calor pode danificar o sistema.

18. AS MANUTENÇÕES SÓ PODEM SER REALIZADAS PELA EMPRESA QUE VENDEU OS ELEVADORES?

Mito! O prédio tem livre-arbítrio para contratar os serviços de manutenção da empresa que preferir.

19. OS CELULARES SEMPRE FICAM SEM SINAL NO ELEVADOR?

Mito. Às vezes pode perder o sinal, pois a cabina encontra-se no interior de uma caixa de corrida feita de alvenaria e fechada por chapas de aço que isolam o ambiente.

20. TODO CONTRATO DE MANUTENÇÃO PRECISA INCLUIR OS PREÇOS DAS PEÇAS DE REPOSIÇÃO?

Mito, pois é possível fazer um contrato apenas de manutenção básica. E nesses casos, somente a mão de obra é cobrada. Fica sob responsabilidade do condomínio o pagamento de custos extras para as peças de reposição, e essa alternativa é recomendada para locais com elevadores novos, cujos possuem peças com menores chances de danos.



» Tudo sobre manutenção de elevadores

» A história dos elevadores

» Os elevadores mais incríveis do mundo